Uncategorized

Botijão de gás com vazamento

Quando o perigo está na própria casa: botijão com Cheiro de gás?

Em tempos de confinamento, por conta da pandemia, as pessoas estão obrigadas a ficarem em suas casas e, lógico, com isso, se torna ainda mais urgente saber o que fazer para evitar alguns acidentes.

Dentre os muitos acidentes possíveis durante uma quarentena, os causados por botijão de gás com vazamento de gás são os mais comuns e perigosos, desde uma possível asfixia, intoxicação, como até mesmo uma explosão.

Por isso, resolvemos detalhar aqui o que fazer se você sentir cheiro de gás em algum lugar, como agir em uma situação de risco como essa. Confira. 

Tipos de gás 

Para quem não sabe, o gás que usamos na cozinha pode vir de duas formas, ou por uma tubulação ou por um botijão, ou cilindro. Tudo está bem explicado na internet.

No caso da tubulação, precisa da instalação, composta por uma tubulação de gás com canos geralmente de cobre, uma mangueira de gás que a conecta ao equipamento, o qual é abastecido com o gás, como fogão. 

Ou pode ser através de um botijão de gás, com uma mangueira de gás conectada ao fogão. 

Só que na rede de gás encanada, contamos com o  gás natural, mais leve que o ar, mais difícil de se acumular em ambientes arejados, enquanto  no botijão, temos o gás GLP, mais pesado que o ar e mais fácil de se acumular em um ambiente.

Riscos do vazamento de gás

Certamente, os riscos são muitos e, até letais, muitas vezes sem tempo até para ser percebido.

Risco de Asfixia: 

Já, no caso do vazamento ocorrer em um lugar com pouca ventilação, ou passagem de ar, e o gás acabar se acumulando em um momento em que a pessoa estiver dormindo, ela não irá ter tempo nem de sentir o cheiro de gás, o que poderá levar a asfixia, pois faltará oxigênio no ambiente para que possa respirar.

Risco de Intoxicação: 

E muitas vezes pode nem haver uma asfixia, e nem precisa necessariamente estar dormindo, a pessoa ao ficar sem oxigênio, se inalar uma grande quantidade de gás, pode acabar se intoxicando sem perceber, e ter sequelas e complicações posteriormente.

Risco de Explosão: 

No caso de haver um vazamento de gás, e ninguém se der conta, o gás irá se acumular no ambiente e, caso algum interruptor ou aparelho elétrico seja acionado e gerar uma simples faísca, poderá, então, ocasionar uma grande explosão.

Vidas em risco: 

É preciso considerar que no caso de haver um vazamento, seguido de explosão, em condomínio ou um prédio, onde moram muitas pessoas, o resultado pode ser ainda pior, levando a uma grande fatalidade.

Prejuízos financeiros: 

Lembrando que, no caso de vazamento, o menor dos riscos com um vazamento seria um aumento na conta do gás, pois não são poucos os casos em que a pessoa acaba sendo acionada pelos vizinhos por colocar suas vidas em risco, ou mesmo, ainda podendo haver o prejuízo de perder seu apartamento. Isso falando em termos financeiros, já que o maior risco é se perder a vida, ou vidas, com um “simples vazamento”.

Como sei que o gás está vazando

A boa notícia é que nem é preciso chamar um especialista para saber se há vazamento, pois existem alguns métodos que podem detectar um vazamento antes que o mesmo cause sérios prejuízos.

Mas, claro, são métodos diferentes voltados para cada tipo de instalação de gás, a natural e a GLP com o botijão.

Primeiramente, independente do tipo de gás, caso haja suspeita de vazamento, é preciso fechar a válvula, no caso do botijão, e pedir para o síndico ou administrador do prédio desligar o fornecimento de gás para o apartamento. 

E antes de fazer o teste, abra todas as portas e janelas do ambiente, deixe o ar circular bem.

Botijão de gás

Vazamento no botijão de gás
Vazamento no botijão de gás

No caso de residência, onde exista apenas um botijão de gás, o teste pode ser feito da seguinte maneira: 

Primeiro pegue uma esponja e aplique detergente e água, mas atenção, esse teste deve ser feito apenas com água e detergente, nada de usar fósforos ou isqueiros para tentar achar o foco do vazamento. 

Misture, em um balde, a água e o detergente, fazendo bastante espuma. Passe uma esponja encharcada com a solução pelo regulador e pela mangueira do botijão, e abra a válvula novamente. 

Observe se aparecem bolhas por onde foi passado o sabão, se aparecer, veja onde há borbulhas, é onde está o vazamento. 

Pronto, agora é só trocar a peça defeituosa e caso o defeito esteja na válvula do botijão de gás, é só ligar para a empresa fornecedora do produto. Só não esqueça de deixar o botijão em local aberto.

Gás encanado

Deixe o local bem arejado, abra todas as janelas, feito isso, peça para o síndico ligar o gás novamente. 

Como no caso anterior, o teste será com água e sabão, passando a esponja por todos os canos expostos na sua residência.

Detectado o local do vazamento, é só contratar uma empresa especializada para realizar a troca da tubulação. No caso de não encontrar o vazamento, mas continuar sentindo o cheiro de gás, ligue para sua distribuidora para que enviem uma ajuda profissional para detectar e resolver o problema, dessa forma, evitando uma possível tragédia.

Atenção, jamais ignore o cheiro de gás em um ambiente, busque ajuda, é melhor pecar pelo excesso de zelo do que ser tarde demais para tomar providências. 

comida natural para cachorro

Tudo sobre comida natural para cachorro

A comida natural para cachorro é muito importante para garantir a saúde dos nossos animais de estimação. Hoje, temos mais cuidado, deixando de lado os produtos industriais, evitando OGM, corantes, conservantes e escolhendo diariamente produtos naturais e saudáveis. 

A obesidade também é uma doença comum em cães, e esse hábito também causou uma mudança na dieta de animais domésticos: cada vez mais, estamos substituindo os alimentos industriais por algo doméstico, a comida natural para cachorro surgiu com o intuito de melhorar a qualidade e a saúde dos cães

Isso é muito bom, no entanto, uma vez que é algo relativamente novo, muitas pessoas duvidam do que é alimento natural para cães, como ele funciona e quais são seus benefícios. 

É fundamental que antes de inserir o seu animal de estimação numa dieta de comida natural para cachorro, você procure um veterinário e explique sua idéia em fazer a troca da ração para a comida natural para cachorro.

Este guia deve ser seguido por cães totalmente saudáveis. Para uma dieta específica para a idade e condição física do seu cão, consulte seu veterinário nutricionista antes de iniciar esse processo.

Muita atenção aos cães com doenças crônicas.  Esses cães são sensíveis e para qualquer mudança em sua rotina é fundamental a participação do veterinário.  Verifique regularmente o seu cão para exames de saúde.

Como preparar a comida natural para cachorro

  • Os alimentos devem ser cozidos em água e sem nenhum tempero.
  • Carboidratos e vegetais sempre devem ser bem cozidos, porque os cães não conseguem digerir esses alimentos crus. Quanto mais cozido, mais fácil será digerir e melhor utilizado pelo cão.
  • Carne e miudezas são melhor aproveitadas pelos animais se forem cruas.  E, caso prefira cozinhar, o aconselhável é deixá-las totalmente mal passadas, quase cruas. O sistema digestivo predatório do cão faz melhor uso nesse formato.

Ao servir a comida natural para cachorro, a opção ideal é misturar todos os alimentos, pois o cão prefere comer apenas carne. Adicione apenas uma pitada de sal.

Os alimentos cozidos podem ser divididos em pequenas porções e armazenados no congelador. Dessa forma, podemos cozinhar mais alimentos por vez e economizar tempo diariamente na preparação da comida natural para cachorro.

Outros alimentos que podem ser incluídos na dieta de comida natural para cachorro

  • Ovo: é um alimento rico em vitaminas e minerais e sua proteína é extremamente fácil de digerir – um ótimo alimento que deve fazer parte da dieta de comida natural para cachorro. Um ovo pode ser administrado uma ou duas vezes por semana, substituindo 50 g de carne por um ovo.
  • Azeite ou óleo de coco: fios de óleo vegetal são bons para a saúde do seu cão, especialmente para a pele e o pêlo.
  • Iogurte: Os cães adoram! O iogurte age como um probiótico natural. É importante evitar iogurtes com sabor e açúcar.
  • Frutas: você pode dar ao cachorro e ser saudável, mas o excesso pode fornecer muito açúcar. Mesmo frutas cítricas geralmente não são prejudiciais para os cães, pois seu pH no estômago é muito ácido.

Qual o gosto do Tanino no Vinho?

Se você participou de uma degustação de vinhos pode ter ouvido mais de uma vez sobre taninos. “Tem taninos muito bem integrados” ou “destaca-se pelos seus taninos redondos”, são frases que são muitas vezes pronunciadas nas provas. No entanto, ainda há muitas pessoas que não sabem exatamente o que são taninos e como eles afetam o sabor dos vinhos.

Ao ir a uma loja de vinhos precisamos saber quais os aspectos principais para escolher o vinho perfeito. Saiba qual o gosto do Tanino no vinho, aqui neste artigo!


O que são os Taninos?

Os taninos são um composto vegetal pertencente à família dos polifenóis encontrados na casca de algumas árvores e frutos. Nas uvas, é um elemento comum na pele e sementes, o que confere o seu sabor ao vinho. Embora nem todas as uvas tenham o mesmo nível de taninos, existem variedades que se destacam mais que outras devido à presença deste componente, como por exemplo, no La Bobal, Syrah ou Cabernet Sauvignon.

Os taninos também podem ser encontrados em barris de carvalho, por isso os vinhos que sofrem esse tipo de envelhecimento têm uma maior quantidade de tanino derivado da passagem pela madeira, dando a ele um sabor único e diferenciado.

Se os taninos são mencionados tanto nas provas de vinho, é porque o seu sabor é facilmente reconhecível. Estes compostos causam uma sensação amarga, áspera e adstringente que deixa o palato seco e sem segregação salivar. Por esta razão, é essencial dominar os taninos durante o processo de vinificação e envelhecimento para amolecer e arredondar os mesmos.

Quais os tipos de Tanino?

No mundo do vinho podemos distinguir diferentes tipos de taninos. Eles falam de taninos robustos quando eles são muito abundantes em vinho, enquanto que se eles são pouco perceptíveis, eles são frequentemente chamados de taninos menores.

Da mesma forma, no caso em que o efeito dos taninos na boca é muito breve, eles são descritos como taninos aveludados e doces. Por outro lado, quando a sensação permanece, são taninos marcados.

Mas seu sabor característico não é a única propriedade dos taninos. Ficou provado que eles são muito saudáveis ​​para o corpo, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares.

Agora que sabemos o que são Taninos e como eles podem impactar o sabor dos tipos de vinho, podemos apreciar melhor as degustações e aproveitar para fazer viagens e conhecer as diversas opções existentes, além disso, teremos base para escolher um bom tipo para ocasiões como jantares especiais.

Conheça a loja virtual de pães e kits corporativos, perfeitos para acompanhamento de um bom vinho!